Tratamento Contra o Ecstasy

Começou a ser usada há 10 anos na Inglaterra e hoje é consumido em geral por jovens de classe média.

O tráfico não vem dos morros das favelas: na maioria das vezes, é feito dentro de algumas festas mesmo. Mas o perigo está justamente nessa sensação de poder que a droga passa. Esse “bem estar”, alegria e muita energia é como se fosse uma “ilusão” que o cérebro passa.

De repente, uma pessoa toma a droga e fica dançando por umas 5 horas, mas muitas vezes ela não tem um preparo físico para aguentar tanta agitação.

Não é raro algumas pessoas ficarem com febre ou resfriadas no dia seguinte. Isso porque a droga diminui a resistência do corpo.

Está muito errado quem pensa que só porque o ecstasy é “droga de final de semana”, não vicia. Vicia sim!

O ecstasy é uma anfetamina, uma droga sintetizada em laboratório. Anfetamina é estimulante do sistema nervoso central. Ou seja, faz com que você fique “ligado” por mais tempo do que o normal, executando atividades e descartando o descanso.

teenager buying drug at club during spring break party

Quando o usuário for tomar a droga de novo, a energia vem em menor intensidade. Aí, é claro que a pessoa vai tomar uma dose muito maior na próxima vez.

O organismo da pessoa vai ficando cada vez mais tolerante à droga e aí vira uma bola de neve. Quando menos se imagina, a pessoa já virou dependente.

A droga pode provocar euforia, desinibição, ansiedade e intensa sensação de sociabilidade. Porém, existem casos onde os efeitos são exatamente ao contrário: ao invés de prazer, a pessoa pode ser tomada por uma sensação de paranóia e pânico, além de profunda depressão.

Depois de ingerido, o ecstasy começa a fazer efeito depois de 20 a 60 minutos. Além de psíquico, causa efeitos físicos: aumento da pressão arterial, aceleração dos batimentos cardíacos, diminuição do apetite, pupilas dilatadas e boca seca.

O metabolismo acelera, e por isso, a temperatura do corpo aumenta, chegando até 40º. Esse é um dos motivos que levam os consumidores a beber litros e litros de água enquanto dançam. A vista também fica sensível a luz, por isso que muitos usam óculos escuros.

Aliás, o calor provocado pela droga é o efeito colateral mais discutido, sendo que se a temperatura do corpo aumentar muito, pode causar convulsões e levar o usuário até a morte. Para saciar a sede, o pessoal abusa da água.

Só que aí que vem o dilema: se beber muita água, o usuário não vai conseguir controlar a urina e se não beber muita água, pode sofrer de desidratação!!

Lembrando que como a droga faz parte do grupo das anfetaminas, os efeitos deste também servem para o ecstasy: sérios danos no fígado, coração, cérebro e degeneração dos neurônios, além da possibilidade de aparecer sintomas psíquicoscomo paranóiaagressividadeansiedade fóbica, insônia, etc. Depressão e perda de memória são outros efeitos colaterais. Ou seja, por se tratar de uma droga química, ou seja, produzida em laboratório, os efeitos dessa e de tantas outras drogas podem não ser tão agradáveis assim como muitas pessoas acham!

O Ecstasy é uma droga sintética, fabricada em laboratório. O princípio ativo do Ecstasy é uma substância chamada metilenodioximetanfetamina, que pode ser abreviado de MDMA, que é um tipo de anfetamina (estimulante), também tem efeitos parecidos com os alucinógenos.

ecstasy é vendido geralmente em comprimidos, mas também em pó (para ser inalado). Como a maioria das drogas, os traficantes colocam outras substâncias junto da droga, para render mais e terem mais lucro.

Essas substâncias podem ser cafeína, cocaína, ketamina (anestésico usado em animais), entre outros.

O tratamento envolve uma grande diversidade de terapias, cada uma age sobre algum tipo de deficiência
da vida do dependente químico, que são deficiências biopsicossociais.

Efeitos do Ecstasy

A MDMA(ecstasy) atua no cérebro, controlando duas substâncias: a dopamina, que interfere nas dores, e a serotonina, que está ligada às sensações de amor. A combinação das duas, deixa a pessoa muito mais eufórica, confiante, sociável, etc.

Outros efeitos:

  • Ansiedade
  • Paranóia
  • Aumento dos batimentos cardíacos
effects-of-ecstasy
  • A pessoa sua muito, podendo levar à desidratação
  • Náuseas
  • Bruxismo (ranger dos dentes)
  • Quando o indivíduo ingere grandes quantidades de ecstasy (algo como 3 ou mais comprimidos), pode ocorrer:
    • Secura na boca
    • Alucinações, Psicose (ouvir vozes, etc)
    • Fazer coisas que não faria se estivesse em estado normal
    • dores musculares
    • insônia, perda temporária de visão, etc

Overdose

É muito fácil ter overdose com o ecstasy: um comprimido pode trazê-la. Ela traz consigo, uma série de efeitos: terríveis dores de cabeça, dificuldades na fala, febre muito alta, vômitos, perda de controle dos músculos, morte (em decorrência das altas temperaturas do corpo). O ecstasy foi inventado em 1914 em uma pesquisa com antidepressivos com efeito rápido.

Sem-Título-45

          FALE AGORA COM UM

       ESPECIALISTA

botao_fale-conosco